Projeto Mutum-do-sudeste

Projeto concluído em 2010.

EN

O mutum-do-sudeste (Crax blumenbachii) é uma ave endêmica da Mata Atlântica, e devido à destruição das florestas e à caça de subsistência e esportiva, suas populações sofreram uma drástica redução. Estima-se que existam livres na natureza não mais que 250 indivíduos distribuídos em apenas seis localidades nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. Atualmente é uma espécie considerada Em Perigo (EN) pela BirdLife International/IUCN. Para promover a conservação da espécie, a SAVE Brasil, em parceria com o IBAMA e com outras 13 instituições, elaborou o “Plano de Ação Nacional para a Conservação do Mutum-do-Sudeste”, que envolve ações em políticas públicas e legislação, proteção da espécie e do hábitat, pesquisa e reintrodução, manejo das populações em cativeiro e educação ambiental.


Principais resultados

  • Realização da campanha de educação ambiental Salve o Mutum-do-Sudeste envolvendo cerca de 500 pessoas da comunidade de Prado, Bahia. 
  • Pintura do painel mutum-do-sudeste na Escola Anísio Texeira, em Prado.
  • Apoio ao projeto de reintrodução do mutum-do-sudeste na Reserva Ecológica de Guapiaçu, localizada no Rio de Janeiro.
  • Participação do Plano de Manejo do Parque Nacional do Descobrimento, na Bahia, importante área de ocorrência da espécie onde a SAVE Brasil desenvolveu um projeto de censo populacional e monitoramento e fez o registro fotográfico do mutum-do-sudeste.

Organizações parceiras:

Reserva Ecológica de Guapiaçu (REGUA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)

Apoiadores: The Bromley Trust, Chester Zoological Gardens, North of England Zoological Society, The Golden Bottle Trust, Van Tienhoven Foundation for International Nature Protection e World Pheasant Association.

Mutum-do-sudeste (Crax blumenbachii). Foto: Ciro Albano